Home » » SEXO ANAL FETICHE DOS MENINOS TABU DAS MENINAS...

SEXO ANAL FETICHE DOS MENINOS TABU DAS MENINAS...

Marcy (fumando um baseado): você já imaginou que vai ter que aguentar a “pica” do Bill para o resto da vida?
Karen: Eu sei, e o pau dele é grande!
Marcy: E vai doer principalmente no cuzinho. O Bill já te pediu o cuzinho?
Karen: Não, e nem vai conseguir...
Marcy: Mas nem na noite de núpcias? Não se nega o cuzinho a seu homem... Tem que liberar! Porque, uma vez que ele sabe que pode comê-lo, não vai mais querer. Acredite!
Karen: Vou fazer isso!
Marcy: É uma teoria! E você o que acha disso?
Karen: Bom Marcy, não sei, pode ser que seja verdade, mas o problema é que o pau dele é muito grande!
Marcy: E qual é o problema, existem pílulas para relaxamento muscular, e cremes para isso, além do mais você pode ficar por cima para controlar a intensidade, ou de quatro, da melhor forma que achar. E se encontrar o caminho certo, você nunca mais vai querer dar a buceta.
Karen: Ah, qual é?!
Marcy: Sério, é verdade. Já tive um homem que me comia tão bem o cu que poucas vezes liberei a buceta. A porta de trás pode ser também uma entrada para o paraíso, é só saber quem vai te encaminhar para ele.

Esse diálogo foi extraido de um dos capítulos de Californication, uma serie americana feita para TV. A primeira temporada foi ao ar em 2007 e a quarta temporada de estreia nos EUA em janeiro de 2011.Tem como protagonista Hank (David Duchovny), escritor com apenas um livro de sucesso e em crise de inspiração. Talentoso, instável, irreverente, mulherengo, intempestivo Hank percorre, ao longo dos capítulos, uma sinuosa jornada de noitadas, álcool, vícios e mulheres, mas que almeja, ao mesmo tempo e, sobretudo, restabelecer a antiga relação amorosa com sua ex-mulher Karen (Natascha McElhone) e de sua filha Becca (Madeleine Martin).
Californication não é feita para crianças e adolescentes. É para “gente grande” que gosta de humor, drama, mas principalmente altas doses de sacanagem, sexo e drogas.

MAS E AI MENINAS... DAR O CÚ OU NÃO?

O sexo anal é uma das modalidades mais desejadas pelos homens, mas, para as mulheres, é bem diferente – algumas não aceitam ou simplesmente não gostam.

Uma leitora do SeximaginariuM comentou que "Isso é teoria de amiga que ver a outra amiga se foder...kkkk. Homem depois que prova um cuzinho, jamais vais deixar de querer mais. E mulher que tem a sorte de ter um homem, que come um cuzinho direitinho, ah meu nego.. não deixa de dar nunca mais. Mas.. isso é igual a sexo oral. ou seja, é uma arte saber fazer."
Outra deixou seu recado "Humm cuzinho é tudo de bom na hora certa e com o cara que sabe das coisas"

Curioso pelo assunto, vasculhei a net em busca da opinião feminina sobre a pratica e encontrei um post no site Tramado Por Mulheres - TPM @TPMulheres escrito pela Naya Fouquet @realfouquet


SEXO ANAL VISTO POR ELAS…

Assunto tabu, mas nem tanto. Semana passada fiz uma pesquisa rápida pelo mundo do twitter para entender como as mulheres ainda enxergam o sexo anal!
Muitos homens tem vontade de dominar uma mulher pelas ancas, outros já conseguiram, alguns não se arriscam; mas hoje é foco é feminino.

E aí, querida, o que você acha de sexo anal?
Incríveis como as mulheres que já praticaram ou ainda praticam não tem vergonha em falar publicamente sobre o assunto, algumas preferem deixar o mistério e vieram me contar por mensagens privadas (msn, gtalk, email ou dm).
Depois de muito debate chegamos a algumas conclusões:
Toda mulher tem interesse em saber como é. Seja para agradar a si mesma ou para agradar o companheiro. De uma maneira ou outra ela, pelo menos, já pensou no assunto. Agora a ação que é o complicado.
Todas reclamaram que a primeira dói. Uma parte para por ali mesmo, outras tentam mais uma e desistem de vez, algumas pegam gosto e técnica.

Atenção: 

TODAS disseram que o homem tem que saber o que está fazendo.
As novatas pedem carinho
As experientes pedem para colocar tudo de uma vez e todas pedem para estimular bem.
As que fizeram e continuam dizem ser mais gostoso que sexo comum. E mais, elas que gostam de controlar o movimento.
As que têm interesse em fazer não sabem como chegar para o parceiro e pedir “come meu cu”. Meninos ajudem! Se a mocinha empina a bundinha, ou movimenta o seu pênis em direção ao buraco de trás ENTENDAM o que isso significa.
Mulheres que não curtem, mas fazem, acreditam que sexo anal é um prêmio e o cara precisa se esforçar muito para ganhar.

Uma coisa é fato. Independente de terem feito ou não, mulheres ainda tem vergonha de falar sobre o assunto. Apesar de eu ter recebido várias respostas, não são nada comparadas a outras pesquisas que costumo realizar para posts novos. Incrível como é uma coisa que acontece sempre, que pensam sempre, mas que ainda parece um assunto proibido ou errado.
Até mesmo li algumas meninas comentando que as mulheres estão vendo muito pornô e por isso fazendo/pensando mais sexo anal. Será?
Eu realmente acredito que o pornô ajudou a popularizar sexo anal, mas não vejo como um caminho ruim e sim natural. As pessoas fazem isso, só depende a maneira como você enxerga. Se você acredita ser errado, se acha que é coisa de puta, realmente nunca será bom e muito menos um assunto tranquilo de conversar.
Algumas meninas tem medo de tocar no assunto por achar que não devem fazer e muito menos pensar nisso. Acreditam também que os homens enxergam mulher que não faz sexo anal como mulher para casar. E aí, meninos? É assim mesmo?
O cu está lá, tem terminações nervosas que dão prazer sim e você pode chegar ao orgasmo com isso. Lógico que não quero forçar a barra e gritar por aí “Façam sexo anal”, mas se você tem curiosidade, por que não tentar? E tentar direito. Sexo anal não é enfiar uma coisa na outra como se fosse lego, envolve outras coisas.
O homem tem que entender que não é um buraco de boneca inflável, a região é sensível, mas também não significa passar manteiga e esperar para escorregar.
A mulher precisa estar relaxada e excitada. Se ela estiver tensa e você tentar isso logo que começar a brincadeira, meu amigo, esqueça. Não vai entrar nem ar. Portanto seguem dicas que minhas queridas amigas passaram, junte tudo, bata um bolo e seja feliz!

#DICA PARA OS MENINOS:

O ritmo é diferente do sexo comum, tem que ser devagarzinho, com mais carinho.
Alise a região, passe os dedos, comece a penetração com os dedos para acostumar e relaxar a musculatura.
Colocar o dedo, esperar o músculo contrair, mexer o dedo, contrair, mexer mais um pouco, contrair. O local vai relaxando se você fizer isso.
Travesseiro na barriga ajuda a relaxar a musculatura também, ficar de bruços é a preferência da mulherada. Dá pra ir controlando, subindo e descendo.
Sem brutalidade. Por ser uma região sensível pode sangrar, vão com calma nos movimentos. Se sangrar a gata desiste de continuar fazendo.
Tem um spray chamado Amparys que faz milagre. Go, farmácia, go
Faça sexo normalmente e aproveite para estimular a região, quando mais “mole” ela estiver, mais fácil fica.
Deixe que ela controle a entrada, mas se algumas mulheres preferem que vá de uma vez. Converse antes para ver o que ela prefere.

#DICA PARA AS MENINAS:

Alimentos leves e chuca garantem diversão sem sujeira. Já ouvi papos de laxante, mas não apelem, pode fazer mal para a saúde ficar se entupindo de laxante e ainda é capaz de dar um piriri na hora do vamos ver.

 #Opiniões e #Dicas postadas! E você o que acha da pratica do sexo anal, mais conhecido como “dar o cuzinho”?
 
Support : Copyright © 2015. arte sania original - All Rights Reserved