Home » » SEXICONTO da ANGEL

SEXICONTO da ANGEL


DESCOBRINDO O PRAZER


Sou uma mulher de 47 anos, casada há 25 anos e com 2 filhos adultos. Sempre tive uma vida sexual bem ativa, aliás, a única coisa boa no meu casamento. Era um sexo gostoso, sempre tive prazer nas relações, mas de um jeito bem rotineiro. Eu queria mais, faltava mais entusiasmo.
Num final de ano, estava em casa sozinha sem nada para fazer. Entrei numa sala de bate-papo por curiosidade, queria ver como era. Comecei a conversar com várias pessoas e a ver como os desejos eram diferentes. Cada fantasia, cada conversa... Umas excitantes, outras nojentas. Entrava sempre e às vezes e ficava excitadíssima e fazia sexo virtual!!! Hum delícia! Era divertido e estimulante, depois transava com meu marido de uma forma mais gostosa... Mas, um dia encontrei um homem diferente... Ele começou a falar de dominação... Ele dizia que gostava de dominar, de segurar pelos cabelos, de pegar com força, de bater na bunda e na cara... Aquilo me assustou no início, mas me deixou com uma vontade louca de experimentar...
Conversávamos quase todo final de semana... Ele dizia como faria comigo e eu me masturbava sempre pensando naquele homem que me deixava louca de vontade. Ele me ligava sempre, queria me ver... Mas eu não podia chifrar meu marido, afinal eram 25 anos de casamento. Elias se importava comigo me ensinou a me dar mais atenção, a querer me cuidar, a querer viver... Nossas conversas duraram meses, até que um dia ele me ligou me avisando que estaria na minha cidade dentro de 2 semanas. Meu coração parecia que ia explodir. Medo, ansiedade, expectativa... Uma mistura de sentimentos, que me assustava e excitava ao mesmo tempo.
Finalmente chegou o dia, avisei no trabalho que teria que faltar por um período e fui me encontrar com ele... Eu tremia muito, quando cheguei pensei em fugir e desistir.
Mas eu queria.

Eu só o conhecia por fotos, sabia que tinha 53 anos, que era magro e alto. Fiquei procurando, quando senti uma voz conhecida atrás de mim. Virei-me e vi aquele homem enorme e lindo, muito mais bonito que nas fotos. Meu Deus!!! Como resistir? Cumprimentou-me com um beijo no rosto e me segurando pelas mãos ficou me olhando com um sorriso e me disse:
Finalmente te encontrei! Hoje vamos realizar nossos sonhos!
Abraçou-me de um jeito que nunca vou esquecer. Me levou até o carro, eu fui me deixando conduzir. Entramos no carro e fomos direto pra um motel. Quando entramos, ele me abraçou e disse para que eu não me preocupasse... Que nada seria contra minha vontade. Aquele abraço forte me fez gemer de desejo, e começamos a nos beijar desesperadamente. Eu me sentia tão pequena perto dele, isso era delicioso... Foi me pegando enfiando a mão dentro da minha calça apertando minha bunda, puxando pra perto dele. Sua boca buscava meus seios que estavam rijos de desejo. Ele me pegou e me colocou na cama arrancando minha calça. Aquele jeito selvagem de agir me deixava louca! Segurava-me com força pelos cabelos enquanto abria minhas pernas e roçava aquele pinto maravilhoso na minha buceta que babava de vontade... Eu tentava me levantar, mas ele não deixava... Dizia:
Quem manda agora sou eu! Sou seu macho e vou fazer de você uma fêmea feliz.
Afastou-se e ficou olhando minha buceta molhada enquanto segurava minhas pernas abertas. Foi beijando minhas pernas até chegar nela e começou a sugá-la e morde-la até que gritei de prazer.
Assim que eu gosto minha putinha gostosa!
Levantou-me pelos cabelos e enfiou aquele pau grande e grosso na minha boca, eu comecei a chupá-lo como se fosse um sorvete. Estava tão duro e quente... Eu queria engolir tudo. Nunca senti tanto prazer em chupar um sorvete na minha vida! Quando ele já não conseguia mais segurar, me virou de costas e me comeu por trás, enfiando aquilo tudo em mim. Gozamos juntos num prazer que eu experimentava pela primeira vez... Foram várias trepadas, onde alternavam chupadas, apertões e tapas na minha cara e na minha bunda. Nunca pensei que fosse gostar tanto daqueles tapas.
Naquele dia fiquei meio arrependida por ter tido coragem de me entregar a um homem que não fosse meu marido... Mas a felicidade que senti foi tão grande, que superou todo remorso... Pensei em me separar do meu marido... Mas resolvi pensar melhor. Mantenho meu casamento e me encontro com o ELE quando dá certo.

Aprendi a me descobrir como mulher, através deste sexo dominador e selvagem...
Descobri que gosto mesmo e de ser completamente dominada por um homem que saiba mandar. Sou realizada como profissional, como mãe, como esposa no meu casamento.
Mas como fêmea, preciso de um amante!
 
Support : Copyright © 2015. arte sania original - All Rights Reserved