Home » » SEXICINE - O ULTIMO METRÔ

SEXICINE - O ULTIMO METRÔ

A partir de hoje vamos "cair de boca" “penetrar nas entranhas” do mundinho do cinema erótico e pornográfico. Nesta nova fase dos posts que abordam o SEXICINE postaremos cenas e textos dos clássicos do chamado cinema X-rated. Vamos mostrar os sets de filmagem, bastidores, saber mais e mais sobre os diretores e diretoras, atores e atrizes de Adult Movie. Enfim, vamos abordar de uma forma mais profunda o gênero SEXICINE, que não deixa de ser cinema como qualquer outro, à exceção do fato de explicitar o erotismo e esfregar o sexo na cara do espectador!
E para começar com o pé direto apresentamos um clássico do gênero, dirigido pelo mestre do SEXICINE - o Italiano Tinto Brass.


O ULTIMO METRÔ

O Último Metrô - L’Ultimo Metro (The Last Train) - Curta Metragem 23 min - Direção Tinto Brass. Elenco: Deborah Cali, Iarno Beraldi,Sasa Vulicevic e Angelo Tanzi.
Um jovem italiano entra no metro com um amigo, cruza com uma mulher ( Debora Cali) que acaba de deixar o banheiro com o vestido dobrado em sua calcinha. A deliciosa mulher se posiciona na plataforma oposta e enquanto o trem nao chega faz um striptease delicioso para delirio do italiano. Em uma das cenas Tinto Brass aparece sentado em um banco da plataforma.

ASSISTA AO FILME COMPLETO






Giovanni Tinto Brass - Nasceu em Veneza em 26 de março de 1933 de uma família juliana, formou-se em Direito em 1957. No fim dos anos 1950 trabalhou por dois anos na Cinémathèque de Paris, aproximando-se da Nouvelle Vague. Foi tambèm ajudante de Alberto Cavalcanti.
Foi assistente de Roberto Rossellini e Joris Ivens, e seu primeiro filme como realizador foi In capo al mondo (1963)

Outros filmes
Depois de Il disco volante de 1964; La mia signora com Alberto Sordi do 1964; o spaghetti-western Yankee do (1966); Tinto pega o caminho do cinema mais íntimo com Col cuore in gola (1967), L'urlo (1968) e Nerosubianco (1969); Dropout (1970) e La vacanza (1971).
Depois destes filmes, começa o caminho erótico.
Monamour (2005) Fallo! (2003) Senso '45 (2002) Tra(sgre)dire (1999) Monella (1997) Fermo posta Tinto Brass (1995) L'uomo che guarda (1994) Così fan tutte (1992)Paprika (1991) Snack Bar Budapest (1988) Capriccio (1987)  Miranda (1985) La chiave (1983)  Action (1980)  Io, Caligola (1979) Salon Kitty (1975) La vacanza (1971)  I Miss Sonia Henie (1971) Drop Out (1970) Nerosubianco (1969)  L'urlo (1968) Col cuore in gola (1967) Yankee (1966) Il Disco volante (1964)  La mia signora (1964) Ça ira - Il fiume della rivolta (1964) Chi lavora è perduto (1963)

Tinto foi tambèm jornalista na revista Penthouse e foi sò ator nos filmes La donna è una cosa meravigliosa de Mauro Bolognini (1964); Lucignolo de Massimo Ceccherini (1999); La rabbia de Louis Nero e Il nostro Messia de Claudio Serughetti (2008); Impotenti esistenziali de Giuseppe Cirillo (2009).
 
Support : Copyright © 2015. arte sania original - All Rights Reserved